Ao mar, Almar

por Lisandro Moura

mar

o mar é o tempo estático do desejo
é o vazio imenso que nos preenche de ilusão
é quando o mundo repousa diante de nós
é como estar só na presença do universo
na intimidade das ondas
é querer contemplar a própria imagem
no espelho profundo das águas
é quando a superfície do tempo escorre pra dentro de nós
quem está aí?
não ouso mais olhar
o mar tem águas anônimas
que sabem de todos os segredos

vontade de mergulhar no infinito…

img_0686

Hoje tenho como certeza íntima
que o mar é capaz de ouvir
o lamento dos homens solitários.
Ele trouxe de volta um desejo antigo
que depositei nas ondas melancólicas
da Praia dos Pescadores.
Tudo se me inquieta…
Vontade de beijar o infinito
ao teu lado.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: